José Marques: Fotógrafo em Cena

curadoriaCláudia Madeira, Filipe Figueiredo e Teresa Flores
27 mar 2019 - 28 jun 2020
qua, 14h30 - 17h30

dias 13 e 20 abr, 11 e 18 mai, 8 e 15 jun, 13 e 20 jul
sáb, 14h30 - 17h30

qua - dom, 30 min. antes do início dos espetáculos da Sala Garrett para portadores de bilhete
curadoria Cláudia Madeira, Filipe Figueiredo e Teresa Flores
parceiros Centro de Estudos de Teatro da FLUL / IC.Nova da FCSH-UNL / World Academy
Fotógrafo incontornável da cena teatral portuguesa do século XX, José Marques (1924-2012) estabeleceu uma relação privilegiada com a Companhia Rey Colaço – Robles Monteiro, sediada neste Teatro há precisamente 90 anos ao ponto de se confundirem as suas identidades e de traçarem um mesmo destino durante 45 anos. Para lá do Nacional, fotografou nos Teatros do Parque Mayer, no Teatro da Trindade e no São Luiz Teatro Municipal, produziu um imenso testemunho da atividade de grupos como a Companhia Portuguesa de Comediantes, a Casa da Comédia, o Teatro Experimental de Cascais, o Teatro Estúdio de Lisboa, o Novo Grupo ou o Teatro Adoque, bem como de grupos de teatro amador. O seu espólio, adquirido pelo D. Maria II em 2013, conta com mais de 100 mil imagens de teatro e garante-lhe um lugar de referência nesta atividade. A modernidade da sua obra, convocando conceitos como o de dramaturgia da imagem, cinematografia, fragmentação da cena ou o fotógrafo no palco, permite olhar para a fotografia de teatro per se e refletir acerca do seu papel e da sua capacidade discursiva. 

Relacionado