Nada acontece como planeamos

deTiago Rodrigues
espetáculo final La Manufacture - Haute École des Arts de la Scène
25 - 27 mai 2018
sex-sáb, 21h > dom, 16h
Sala Garrett

espetáculo falado em francês com legendas em português

texto, encenação, cenografia e figurinos
 Tiago Rodrigues
com Angèle Colas, Camille Le Jeune, Catherine Demiguel, Donatienne Amann, Guillaume Miramond, Greg Ceppi, Isabela De Moraes Evangelista, Isumi Grichting, Julie Bugnard, Laura Den Hondt, Lucas Savioz, Morgane Grandjean, Pépin Mayette, Raphaël Archinard, Samuel Perthuis e Victor Poltier
tradução Thomas Resendes
assistência de encenação Teresa Coutinho
desenho de luz Cárin Geada
desenho de som Ponto Zurca
direção técnica Nicolas Berseth and Cárin Geada
legendagem Rita Mendes
produção La Manufacture - Haute Écoles des Arts de la Scène

M/12

Tiago Rodrigues escreve e dirige uma peça para os dezasseis finalistas da escola de teatro suíça La Manufacture, que estarão durante dois meses em residência em Lisboa. Ao procurar um ponto de partida para este trabalho, Rodrigues leu num jornal uma entrevista de um especialista em prevenção de atentados terroristas, que comentava um simulacro que as forças de segurança tinham feito e dizia que a regra de ouro, mesmo num treino, é saber que as coisas nunca acontecem como planeamos. O paralelo com o teatro era evidente: um simulacro preparado ao detalhe que só tem razão de existir se abraçar o imprevisto. Nesta peça, um grupo de dezasseis estrangeiros descobre Lisboa e tenta fazer um espetáculo onde, tal como a vida nesta cidade, nada acontece como planeamos.