À espera de Godot

encenação David Pereira Bastos
texto Samuel Beckett
9 mar 2019 - Pequeno auditório Teatro Municipal de Vila Real (Rede Eunice)- Vila Real (PT)
16 mar 2019 - Teatro Municipal de Portimão (Rede Eunice) - Portimão (PT)
23 mar 2019 - Centro Cultural Gil Vicente (Rede Eunice) - Sardoal (PT)
27 abr 2019 - Teatro Municipal Baltazar Dias (Rede Eunice) - Funchal (PT)
encenação David Pereira Bastos
texto Samuel Beckett
a partir da tradução de José Maria Vieira Mendes (À espera de Godot, edições Cotovia, 2000)
com Bruno Simão, David Pereira Bastos, Miguel Moreira, Rui M. Silva
cenografia e figurinos Bruno Simão
desenho de luz José Álvaro Correia
coordenação de produção Manuel Poças
produção Estado Zero 
coprodução TNDM II
apoio Fundação GDA
duração 2h20 (aprox.) com intervalo
M/14
Encontrar a melhor maneira, a mais livre, curiosa e perplexa de passar o tempo.
____

Nada é real. Tudo é pretexto para passar o tempo, por nenhum sentido que faça. Estar vivo. Estar no palco. Esta é uma montagem de À espera de Godot assente no trabalho do ator e na escuta permanente do texto e da partitura proposta por Beckett. Como manter o texto vivo para atores e público? Como ser-se livre enquanto criadores e artistas com um texto com tantas restrições impostas pelo autor?