António e Cleópatra

texto e encenação Tiago Rodrigues
10 - 11 jan 2020 - Espaces Pluriels, Pau (FR)
10 - 11 jan 2020 - Espaces Pluriels, Pau (FR)
3 mar 2020 - Espace 1789, St. Ouen (FR)
Se dizemos um dos nomes, o outro surge de seguida. A nossa memória não consegue evocar um sem o outro. Plutarco escreveu que, a partir deles, o amor passou a ser a capacidade de ver o mundo através da sensibilidade de uma alma alheia. Misturaram amor e política e inventaram uma política do amor. São uma história de amor histórico. São um romance baseado em acontecimentos reais frequentemente romanceados. Shakespeare ergueu-lhes um monumento verbal que transformou na verdade mais verdadeira aquilo que nunca lhes aconteceu. No filme de Mankiewicz que levou a 20th Century Fox à falência, Richard Burton e Elizabeth Taylor foram o casal celuloide e real que eles nunca e sempre foram. Neste espetáculo que Tiago Rodrigues escreve e dirige, Sofia Dias e Vítor Roriz são a dupla aqui-e-agora do que eles foram ali-e-então. São e não são António e Cleópatra. São o António a ver o mundo pelos olhos da Cleópatra. E vice-versa. Sempre vice-versa. Vice-versa como regra do amor. Vice-versa como regra do teatro. Este espetáculo é ver o mundo através da sensibilidade das almas alheias de António e Cleópatra.

texto Tiago Rodrigues com citações de António e Cleópatra de William Shakespeare (tradução de Rui Carvalho Homem)
encenação Tiago Rodrigues
cenografia Ângela Rocha
figurinos Ângela Rocha, Magda Bizarro
desenho de luz Nuno Meira
música excertos da banda sonora do filme Cleopatra (1963), composição de Alex North
com Sofia Dias e Vítor Roriz
colaboração artística Maria João Serrão, Thomas Walgrave
produção TNDM II a partir de uma criação original pela companhia Mundo Perfeito
coprodução Centro Cultural de Belém, Centro Cultural Vila Flôr, Temps d'Images

espetáculo estreado a 4 dez 2014 | Centro Cultural de Belém, Lisboa
já apresentado em Avignon (FR), Hanover (DE), Guimarães(PT), Montemor-O-Novo (PT), Montpellier (FR), Hebbel am Ufer, Berlim (DE), Festival Terres de Paroles, Vernon (FR), Festival Radikal Jung München, Munique (DE)