A matança ritual de Gorge Mastromas

deDennis Kelly
encenação e traduçãoTiago Guedes
25 mai - 28 jun 2019
qua e sáb, 19h > qui e sex, 21h > dom, 16h
Sala Garrett
de Dennis Kelly
encenação e tradução Tiago Guedes 
com António Fonseca, Beatriz Maia, Bruno Nogueira, José Neves, Rita Cabaço
cenografia F. Ribeiro
desenho de luz Nuno Meira

produção executiva
 Manuel Poças
produção Pueblozito Filmes
coprodução TNDM II

A classificar pela CCE


A existência não é aquilo que até este momento pensaste que era. Não é honesta, não é gentil, não é justa. A maior parte do mundo não faz ideia disso, acreditam em Deus, ou no paizinho ou em Marx ou na mão invisível do mercado ou em honestidade ou bondade. Atravessam a vida de olhos fechados, a levar porrada e ser lixados. Ele é assim. Tu és assim.
Mas uma ínfima parte de nós, chamemo-nos a resistência, sabemos a verdadeira natureza da vida. É-nos dado o mundo. Somos poderosos e ricos e temos tudo, porque faremos tudo o que for preciso. O resto do mundo será sempre carne para nós, gado, animais para serem pastoreados e por vezes caçados. Nós somos uma sociedade secreta: não temos apertos de mão, não temos reuniões, não vestimos fatiotas ridículas em noites de lua cheia, mas nós existimos, conhecemo-nos e, sempre que nos vemos, sorrimos e por dentro dizemos "olha para estes idiotas. Como é que são tão estúpidos? Porque é que não fazem como nós e pegam simplesmente no que querem?”