Amores pós-coloniais

deHotel Europa
criaçãoAndré Amálio e Tereza Havlíčková
7 - 24 fev 2019
qua e sáb, 19h30 > qui e sex, 21h30 > dom, 16h30
Sala Estúdio
criação André Amálio
cocriação/movimento Tereza Havlíčková
com André Amálio, Júlio Mesquita, Laurinda Chiungue, Pedro Salvador, Romi Anauel e Tereza Havlíčková
criação musical Pedro Salvador e Romi Anauel
cenografia Pedro Silva e Hugo Migata
desenho de luz e direção técnica Carlos Arroja
colaboração Selma Uamusse e Toni Fortuna

produção executiva Joana Costa Santos
produção Hotel Europa
coprodução TNDM II

apoio de residências Materiais Diversos e DEVIR/CAPA
Projeto financiado pela República Portuguesa - Cultura / DGArtes. 

duração 2h (aprox.)
M/14
 
Amores Pós-Coloniais quer saber o que significava amar no espaço colonial e pós-colonial, refletindo sobre o amor enquanto espaço político e utópico. Quer retratar as políticas do amor no espaço colonial e perceber como a violência do colonialismo condicionava as relações amorosas. Cruzando a pesquisa de arquivo e a recolha de testemunhos reais, este espetáculo de teatro documental ouve antigos soldados Portugueses brancos que tiverem filhos com mulheres africanas negras no tempo da guerra, portuguesas brancas que se apaixonaram por africanos negros pertencentes aos movimentos de Libertação, e ouve, ainda, os filhos destas relações. 
Com este espetáculo, a companhia Hotel Europa inicia um novo capítulo na sua investigação sobre o colonialismo, escrutinando o amor durante o período Colonial e Pós-Colonial.


Nos dias 20 e 21 de fevereiro, o espetáculo será legendado em inglês

Conversa com os artistas após o espetáculo
17 fev

Sessão com interpretação em Língua Gestual Portuguesa
24 fev


©Filipe Ferreira
©Filipe Ferreira
©Filipe Ferreira
©Filipe Ferreira
©Filipe Ferreira
©Filipe Ferreira
©Filipe Ferreira
©Filipe Ferreira
©Filipe Ferreira
©Filipe Ferreira
1/10