Insuflável

criação e encenaçãoJoão de Brito
9 - 12 mai 2019
qui e sex, 11h e 15h > sab, 17h > dom, 16h
Sala Garrett
criação e encenação João de Brito
dramaturgia Joana Bértholo e João de Brito
com João Pedro Dantas, Leonor Keil e Manuela Pedroso
cenografia Virgínia Silva (Cuca) 
desenho de luz Carlos Arroja
sonoplastia Fernando Mota
fotografia e vídeo Diogo Simão
operação técnica Carlos Arroja e Alexandre Costa
design gráfico Bruno Bua (LAMA)
produção executiva Margarida Mata
comunicação Patrícia Lages
produção LAMA
coprodução TNDM II, Teatro Virgínia
apoio Município de Faro 

Estrutura financiada pela República Portuguesa - Cultura / DGArtes e apoiada pela Câmara Municipal de Faro

Espetáculo estreado a 22 de março de 2019 no CAPA (Faro).

M/6
Sessões para escolas
9 e 10 de maio, 11h e 15h
Informações e reservas: 213 250 828 | escolas@tndm.pt



Esta é a história de uma grande aventura, ou melhor, três; uma para cada uma das personagens que foram parar a um mundo temporário, cuja natureza só se desvenda no final da viagem. Nem elas sabem bem o que são e o que estão ali a fazer, mas vão descobrir que o que as leva ali é de suprema importância. Trata-se da força que comanda a vida, o sopro que gera as coisas novas. Insuflar pode dar forma, e pode dar vida. Os deuses da antiguidade clássica insuflavam os humanos com o sopro da vida. São curiosas, as palavras: aspiração significa movimento respiratório que absorve o ar, mas também desejo ou anseio. Podemos insuflar os nossos sonhos como quem enche um balão? E se os largarmos, será que voam? Onde vão parar?