apap - advancing performing arts project


O D. Maria II integra a apap (advancing performing arts project - performing Europe 2020), uma rede que agrega 11 entidades de 11 países europeus e um projeto satélite no Líbano, com a organização Maqamat Beit El-Raqs

A apap foi fundada em 2000 e, desde então, já organizou mais de uma centena de projetos artísticos. A sua principal ação reside na partilha de atividades de natureza artística, bem como na troca de experiências dos trabalhadores culturais e do seu saber-fazer. Perfoming Europe é um programa para o desenvolvimento das artes performativas contemporâneas e o seu impacto nas sociedades europeias. Compreende os campos de produção, apresentação e distribuição de projetos artísticos, para além de ter um enfoque no  desenvolvimento de novos públicos e na pesquisa de novas formas de mediação.

artistas
Lotte van den Berg - Alessandro Sciarroni - Christina Ciupke - Cláudia Dias - Erna Ómarsdóttir - Felix Ott - François Chaignaud & Cecilia Bengolea - Collettivo Cinetico - Gerald Kurdian - Fieldworks - Ingri Fiksdal - Ivana Müller - Karol Tymiński - Ramona Nagabczyńska - Manyone - María Jerez - Marta Górnicka - Marta Navaridas & Alexander Deutinger - Michikazu Matsune - Rui Catalão - Superamas - Théo Mercier - Deufert & Plischke - Wojtek Blecharz - Finlay / Sandsmark - Saša Božić - Julia Schwarzbach - Teatro Sotterraneo - Julian Weber - Lisa Vereertbrugghen - Ásrún Magnúsdóttir - Raquel André

organizações parcerias

equipa apap
coordenação geral Bertie Ambach
coordenação artística Jacopo Lanteri
coordenação de relações públicas Marija Andrijašević
 
Mais informações sobre a apap em www.apapnet.eu