Abre a carta, Lobo Mau!

conceção e seleção de textosInês Fonseca Santos, Maria João Cruz
encenaçãoCatarina Requeijo
30 nov - 14 dez 2019 | 11 jan 2020
sáb, 16h
sessão extra 15 dez > dom, 11h
Salão Nobre Ageas
conceção e seleção de textos Inês Fonseca Santos, Maria João Cruz 
encenação Catarina Requeijo
com Gonçalo Egito, Sandra Pereira
produção TNDM II
parceria Câmara Municipal de Lisboa, Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, Centro Hospitalar Universitário de Lisboa Central

M/3
Levar longe a imaginação e o pensamento. 
 
A Menina do Casaco Vermelho continua a visitar o Lobo Mau todas as quintas-feiras. Leva-lhe bolinhos de manteiga e amoras, os preferidos do Lobo, e muitos medos para ele resolver. E há tantos, tantos medos. Entre esses tantos medos, a Menina do Casaco Vermelho entrega ao Lobo Mau o único medo que ela tem: o medo do relógio de cuco. Como sempre, todas as quintas-feiras, entrega-lhe também as cartas que estão no correio. E, por muito que a Menina insista, há uma que o Lobo não quer abrir. Porque será? Será que tem medo de a ler? 
O poder elástico da palavra continua a ser apresentado aos mais novos no projeto Boca Aberta, com propostas que levam longe a imaginação e o pensamento e aguçam o engenho de perguntar. 
 
_
 
O projeto Boca Aberta iniciou-se em 2015 e já conta com mais de 10 espetáculos pensados para a infância.
Nesta temporada, vê reforçada a sua parceria com a Câmara Municipal de Lisboa, chegando a 135 salas de jardins de infância da rede pública da cidade. A Santa Casa da Misericórdia de Lisboa também integra este projeto, numa perspetiva intergeracional, que cruza públicos de diversas idades.


Sessão com interpretação em Língua Gestual Portuguesa 
14 dez

Todas as sessões do Boca Aberta são Sessões Descontraídas.

©Filipe Ferreira
©Filipe Ferreira
©Filipe Ferreira
©Filipe Ferreira
©Filipe Ferreira
©Filipe Ferreira
©Filipe Ferreira
©Filipe Ferreira
©Filipe Ferreira
1/9