Another Rose

deSofia Santos Silva
projeto vencedorBolsa Amélia Rey Colaço – 4ª Edição
30 jun - 10 jul 2022
qua - sáb, 19h30 > dom, 16h30
Sala Estúdio
criação e texto Sofia Santos Silva
com Catarina Carvalho Gomes, Cire Ndiaye, Mafalda Tuna, Sofia Santos Silva
colaboração e participação em vídeo Sampat Pal Devi, Gulabi Gang
direção musical Martim Sousa Tavares 
música original e sonoplastia FOQUE
espaço cénico e figurinos Sílvia Rocha 
desenho de luz Teresa Antunes
vídeo e edição Miguel F 
tradução e participação em vídeo Rahul Khari 
apoio à pesquisa e dramaturgia Ana Guimbra 
coreografia e apoio ao movimento Maria Inês Silva 
construção de cenário Silvino Rocha              
fotografia e edição Anka Zhuravleva          
produção executiva Mário Sarmento de Oliveira
produção CEPTRO 
coprodução Teatro Nacional D. Maria II, Centro Cultural Vila Flor, Teatro Viriato, O Espaço do Tempo
apoios Fundo Cultural - SPAUTORES, DGARTES – Ministério da Cultura
apoio a residências CRL - Central Elétrica, CAMPUS Paulo Cunha e Silva

M/16
 
duração 1h40 (aprox.)
 
O espetáculo conta com arranjos das músicas "Sou como tu” do filme The Prince and the Pauper, de André Ramos, e "He hit me” (The Crystals), de FOQUE.

Por motivo de doença de um elemento do espetáculo Another Rose, as sessões de 30 de junho a 3 de julho serão canceladas.

Caso tenha adquirido bilhetes para uma destas sessões, por favor contacte-nos gratuitamente para o número 800 213 250 ou para o e-mail bilheteira@tndm.pt.

Um eco de resistência e união.


Cantamos para invadir o ouvido mais adormecido.

Neste espetáculo, Sofia Santos Silva propõe uma colaboração com Gulabi Gang, um grupo ativista sediado em Uttar Pradesh, no norte da Índia, procurando tornar o espetáculo numa plataforma ao serviço da missão do Gang. Gulabi Gang é um grupo fundado por mulheres como resposta à violência sistémica e discriminação generalizada de uma sociedade assente em práticas e costumes patriarcais que banalizam a violência sobre as mulheres. Sampat Pal, líder do grupo, inicia este espaço de luta, de forma a consciencializar as mulheres sobre os seus direitos constitucionais e mecanismos de defesa no combate às desigualdades de género enraizadas.
     
O espetáculo é um encontro à distância com estas mulheres que cantam os seus ideais de mudança e mostram os passos de uma irmandade que se unifica pela transformação. Por outro lado, destaca-se a importância de todo o tipo de irmandades, em qualquer contexto e realidade, que iniciam espaços de resistência contra os atos que pretendem prejudicar a especificidade de cada corpo.

O projeto Another Rose, de Sofia Santos Silva, venceu a 4ª edição da Bolsa Amélia Rey Colaço, uma iniciativa promovida conjuntamente pel’A Oficina (Guimarães), O Espaço do Tempo (Montemor-o-Novo), o Teatro Nacional D. Maria II (Lisboa) e o Teatro Viriato (Viseu).  
 
Espetáculo suscetível a gatilhos emocionais sobre violência doméstica, sexual e social.



Fechar Política de Cookies

O Teatro Nacional D. Maria II usa cookies para melhorar a sua experiência digital. Ao continuar a navegação está a autorizar o seu uso.
Consulte a nossa Política de Privacidade para saber mais sobre cookies e o processamento dos seus dados pessoais.

Aceitar