Saigão

deCaroline Guiela Nguyen (França)
22 - 24 abr 2022
sex - sáb, 19h > dom, 16h
Sala Garrett
texto Caroline Guiela Nguyen com a colaboração de toda a equipa artística 
encenação Caroline Guiela Nguyen
com Caroline Arrouas, Dan Artus, Adeline Guillot, Thi Truc Ly Huynh, Hoàng Son Lê, Phú Hau Nguyen, Pierric Plathier, Thi Thanh Thu Tô, Anh Tran Nghia, Hiep Tran Nghia 
colaboração artística Claire Calvi 
cenografia Alice Duchange 
figurinos Benjamin Moreau
desenho de luz Jérémie Papin 
desenho de som Antoine Richard
música original Teddy Gauliat-Pitois 
dramaturgia e legendagem Jérémie Scheidler, Manon Worms 
assistente de dramaturgia Hugo Soubise 
tradução Duc Duy Nguyen, Thi Thanh Thu Tô 
confeção de guarda-roupa Aude Bretagne, Dominique Fournier, Barbara Mornet, Frédérique Payot, Pascale Barré Wigs 
maquilhagem Christelle Paillard 
operação e assistência de desenho de som Orane Duclos 
operação de luz Sébastien Lemarchand 
produção executiva Isabelle Nougier, Elsa Hummel-Zongo 
comunicação e imprensa Coline Loger 
gestão administrativa Stéphane Triolet 
construção do cenário ateliers do Odéon, théâtre de l’Europe. 
produção les Hommes Approximatifs 
coprodução La Comédie de Valence, CDN Drôme-Ardèche, Odéon, théâtre de l’Europe, MC2: Grenoble, Festival d’Avignon, CDN de Normandie-Rouen, Théâtre national de Strasbourg, Centre dramatique national de Tours – Théâtre Olympia, Comédie de Reims – CDN, Théâtre National Bretagne – Centre européen théâtral et chorégraphique, Théâtre du Beauvaisis – Scène nationale de l’Oise, Théâtre de La Croix-Rousse-Lyon 
apoios Région Auvergne-Rhône-Alpes, Conseil départemental de la Drôme, Institut Français/Théâtre Export program,  Institut Français du Vietnam, Université de Théâtre et de Cinéma de Hô Chi Minh-Ville anfd of La Chartreuse, Villeneuve lez Avignon – Centre national des écritures du spectacle.

Texto laureado pela Commission nationale d’aide à la création de textes dramatiques – ARTCENA.
Com a participação artística de Jeune théâtre national.
Les Hommes Approximatifs são financiados pelo Ministère de la Culture - DRAC Auvergne-Rhône-Alpes, pela Région Auvergne–Rhône-Alpes e pela Ville de Valence. A companhia é subsidiada pelo Conseil départemental de la Drôme. O Institut Français é o parceiro oficial para a digressão internacional. 

A classificar pela CCE 

Espetáculo estreado a 1 de junho de 2017 em La Comédie de Valence (França)

Uma história de dois mundos que se amaram, destruíram e esqueceram.


Esta é uma história de dois mundos que se conheceram há sessenta anos e que, desde então, se amaram, se destruíram e se esqueceram mutuamente. Em Saigão, atores e atrizes, de França e do Vietname, de todas as idades, profissionais e amadores, trazem a palco uma história coletiva. Para os membros da companhia Les Hommes Approximatifs, um minúsculo detalhe instantâneo - a cadência de uma canção num karaoke, um ingrediente culinário, uma mudança de uma língua para outra - é suficiente para despertar um eco da História dos nossos tempos, e para nos lembrar que "nós somos a matéria, não apenas das nossas próprias histórias, mas também das dos outros. O mesmo vale para o nosso sofrimento”. Nas suas produções, muito se joga nos intervalos entre dois olhares, dois movimentos ou duas palavras. Ou entre dois nomes: o da mesma cidade, batizada como Saigão na era da Indochina Francesa, e Ho Chi Minh, de 1975 em diante. A decorrer num restaurante, cenário para todos os tempos e lugares, Saigão apresenta-nos um bouquet de vozes e de rostos. 
Fechar Política de Cookies

O Teatro Nacional D. Maria II usa cookies para melhorar a sua experiência digital. Ao continuar a navegação está a autorizar o seu uso.
Consulte a nossa Política de Privacidade para saber mais sobre cookies e o processamento dos seus dados pessoais.

Aceitar