Exposição - "O NACIONAL ESTÁ A ARDER!" O incêndio de 1964 e o fim de uma época

2 dez 2014 - 31 jul 2015
3.ª a sáb. 15h às 18h
4.ª a dom. 30m antes do início dos espetáculos da Sala Garrett
1.ª Ordem | Entrada livre


no âmbito do projeto Memória (1964)

Em 1964 o Teatro Nacional foi palco de um terrível incêndio que destruiu praticamente a totalidade do edifício. O ataque ao fogo foi rápido e eficaz mas todo o palco e a sala se perderam, incluindo o teto pintado por Columbano em 1894. Também ardeu o vasto guarda-roupa da Companhia Rey Colaço-Robles Monteiro, concessionária do Teatro desde 1929, acelerando o declínio desta empresa. Salvou-se o arquivo histórico, retirado à pressa por uma porta lateral, as paredes exteriores, o átrio de entrada e o salão nobre. A cidade ficou em choque com o desaparecimento de um espaço tão cheio de memórias, situado num local tão visível e importante como a Praça do Rossio.

No ano em que se assinalam 50 anos sobre o incêndio que destruiu o Teatro Nacional D. Maria II, na madrugada do dia 2 de dezembro, o TNDM II recupera imagens e testemunhos que nos permitem entender o impacto que teve esta calamidade na cidade de Lisboa e no país, para além das consequências que é possível detetar quer no funcionamento da companhia residente, quer no longo interregno que marca a sua reconstrução e reabertura, em 1978.

Realizada a partir das coleções existentes na Biblioteca | Arquivo do TNDM II e em várias outras bibliotecas, arquivos e instituições nacionais detentoras de fontes documentais relativas à história do Teatro Nacional D. Maria II, a exposição coloca em paralelo o registo dramático do incêndio e o que viria a ser o princípio do fim para a sua companhia residente, até ao momento em que o governo determina a imediata reconstrução do edifício e se colocam em cima da mesa várias questões - técnicas e financeiras, mas também políticas e socioculturais –, que viriam a revelar-se polémicas e a promover amplos debates no contexto da nova sociedade que a mudança de regime político instaurara em abril de 1974.

 
comissária Cristina Faria

Fechar Política de Cookies

O Teatro Nacional D. Maria II usa cookies para melhorar a sua experiência digital. Ao continuar a navegação está a autorizar o seu uso.
Consulte a nossa Política de Privacidade para saber mais sobre cookies e o processamento dos seus dados pessoais.

Aceitar