Canção do Vale

Canção do Vale
Canção do Vale
de Athol Fugard
tradução Paulo Eduardo Carvalho
TNDM II / Bicho do Mato
€ 10,00
2011
Abraam Jonkers, um agricultor negro de setenta anos, vive com a sua neta Verónica, de dezassete, numa pequena aldeia da região do grande Karoo, na África do Sul. Abraam, que é rendeiro, nunca saiu do vale, salvo durante a Segunda Guerra Mundial, quando prestou serviço como guarda prisional na região do Transval. Ele é a tradição, representante da vida patriarcal e tranquila da vastidão africana. No pólo oposto, Verónica, que nasceu em Joanesburgo, tem um sonho: partir e ser cantora na grande cidade. A trama da peça gira em torno do conflito de duas gerações com objetivos e sensibilidades diferentes, mas amarradas pelos afetos que as unem. Um texto empolgante, em que o autor, terceira personagem, dialoga com as outras personagens que também narram a sua história ao autor e ao público.


Fechar Política de Cookies

O Teatro Nacional D. Maria II usa cookies para melhorar a sua experiência digital. Ao continuar a navegação está a autorizar o seu uso.
Consulte a nossa Política de Privacidade para saber mais sobre cookies e o processamento dos seus dados pessoais.

Aceitar