Hell

espetáculo integrado naMostra de Teatro do Brasil
10 - 11 nov 2012
sáb. 21h
dom. 16h
Sala Garrett
de Lolita Pille
adaptação Hector Babenco, Marco Antonio Braz
direção Hector Babenco
codireção Murilo Hauser
cenografia Felipe Tassara
iluminação Beto Bruel
conceção de imagem Giovanni Bianco
elenco Barbara Paz, Paulo Azevedo
realização HB Filmes Ltda
M/12

espetáculo integrado no "Ano do Brasil em Portugal - Mostra de Teatro do Brasil"

Fenómeno editorial na França e best-seller em dezenas de países, o romance Hell marcou em 2003 a estreia da escritora Lolita Pille, então com 21 anos. 

Retrato devastador da juventude rica e consumista de Paris, que preenche as suas vidas com sexo, álcool, drogas e roupas de grife, Hell poderia passar-se em qualquer grande cidade do mundo, pois espelha os valores e o comportamento de uma classe que, sem encontrar limites para o prazer, vive o angustiante vazio do excesso.

Na adaptação do livro para o teatro, a primeira no mundo, Babenco teve a parceria de Marco Antônio Braz, concentrando a dramaturgia em duas personagens: Hell, a protagonista interpretada por Bárbara Paz, e Andrea, o homem que ama, vivido por Paulo Azevedo.
 
Hell, pseudónimo da narradora, é uma garota rica, fútil e arrogante. Niilista, despreza a natureza e o único credo é que seja bela e consumista. A adaptação concentra a ação da peça na trágica história de amor vivida pela protagonista e Andrea - um jovem tão rico e tão imerso no desespero quanto ela. 


Fechar Política de Cookies

O Teatro Nacional D. Maria II usa cookies para melhorar a sua experiência digital. Ao continuar a navegação está a autorizar o seu uso.
Consulte a nossa Política de Privacidade para saber mais sobre cookies e o processamento dos seus dados pessoais.

Aceitar