Karōshi

criaçãoTeatro da Cidade
14 - 24 nov 2019
qua e sáb, 19h30 > qui e sex, 21h30 > dom, 16h30
Sala Estúdio
criação Teatro da Cidade
com Bernardo Souto, Guilherme Gomes, João Reixa, Nídia Roque e Rita Cabaço 
cenografia Ângela Rocha
desenho de luz Rui Seabra 
produção Teatro da Cidade
coprodução TNDM II
apoio GDA
parceria residência Espaço Alkantara

M/14


Os nossos dias são o trabalho. O local de trabalho, o mundo inteiro.
 
Karōshi é uma palavra japonesa que significa, literalmente, morte por excesso de trabalho. O Teatro da Cidade mergulha nela para explorar os limites do ser humano face ao trabalho nos dias de hoje, problematizando conceitos que balizam o nosso quotidiano. Estabelecendo um paralelo entre o direito social ao trabalho, adquirido com o tempo, e as novas formas de escravatura a que nos sujeitamos, este espetáculo questiona a dupla condição de quem trabalha enquanto escravo de si próprio e miragem de um semideus: provocar os limites do corpo para se adequar à sociedade em que vive, ao sistema que lhe exige a produção rápida, eficiente, vivendo de objetivo em objetivo, muitas vezes vendo a recompensa posta em causa; a Sociedade do século XXI, que adormece no metro, nas escadas da estação de comboios, no passeio, até sucumbir completamente.


Conversa com artistas após o espetáculo
20 nov