Seis meses depois

direção artísticaOlga Roriz
18 - 20 set 2020
sex, 21h > sáb, 19h > dom, 16h
Sala Garrett
direção artística Olga Roriz
com André de Campos, Beatriz Dias, Bruno Alves, Catarina Câmara, Francisco Rolo, Marta Lobato Faria, Yonel Serrano 
banda sonora João Rapozo
seleção musical João Rapozo, Olga Roriz
textos  Bruno Alexandre, Bruno Alves, Francisco Rolo
cenografia e figurinos Ana Vaz, Olga Roriz
desenho de luz Cristina Piedade
vídeo João Rapozo
montagem e operação de luz e vídeo João Chicó | Contrapeso
montagem e operação de som PontoZurca
assistência de cenografia Daniela Cardante 
assistência de figurinos Ana Sales
estagiárias assistentes de ensaios Ana de Oliveira e Silva, Andreia Alpuim
produção executiva António Quadros Ferro
gestão Magda Bull
produção Companhia Olga Roriz
coprodução Teatro Nacional D. Maria II, Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão, Cineteatro Louletano
apoios 25 anos Companhia Olga Roriz SPA – Sociedade Portuguesa de Autores, CML – Câmara Municipal de Lisboa, RTP – Rádio Televisão Portuguesa
 
M/12

A Companhia Olga Roriz é financiada pela República Portuguesa - Cultura / DGArtes
Adeus, sistema solar. 

Em 37 horas, 4 minutos e 12 segundos a Terra irá colidir com Júpiter. E lá se vai o microcosmos e o macrocosmos, o átomo, a molécula, os protões e os neutrões. Lá se vai a física quântica a epigenética e mais os rebuçados do Dr. Bayard. Lá se vão os genes homeóticos, a medicina ortomolecular e as radiações eletromagnéticas. Não haverá Chakra que nos valha nem coerência que nos salve. Não haverá chave genética que nos abra mais porta nenhuma.
Adeus, humanidade.

Se no seu último espetáculo, Autópsia, Olga Roriz refletia sobre o impacto negativo que o ser humano tem vindo a causar ao planeta, Seis meses depois parte de uma reflexão sobre a humanidade que perdura em cada um de nós. Num futuro próximo, humanos, semi-deuses ou heróis, imaginam a sua existência através de sete personagens escolhidas ao acaso. Zhora Fuji, Naoki 21, Dawnswir, Gael Bera Falin, Kepler 354, Priscilla Noir e Human Cat habitam a cidade de Tannhauser, o ano é 2307 no planeta Terra 3.



Fechar Política de Cookies

O Teatro Nacional D. Maria II usa cookies para melhorar a sua experiência digital. Ao continuar a navegação está a autorizar o seu uso.
Consulte a nossa Política de Privacidade para saber mais sobre cookies e o processamento dos seus dados pessoais.

Aceitar