7.ª edição Bolsa Amélia Rey Colaço

BOLSA AMÉLIA REY COLAÇO

7.ª edição

Em homenagem ao papel pioneiro da atriz e encenadora Amélia Rey Colaço na História do Teatro Português, o Teatro Nacional D. Maria II, A Oficina / Centro Cultural Vila Flor, O Espaço do Tempo e o Teatro Viriato, associam-se mais uma vez para atribuir a Bolsa Amélia Rey Colaço. Esta é uma bolsa de criação destinada a apoiar a produção de espetáculos de jovens artistas e companhias emergentes, com o intuito de promover a renovação da criação teatral portuguesa.
 
Com um valor pecuniário de 24.000€, a Bolsa Amélia Rey Colaço destina-se a apoiar a produção do projeto vencedor, que terá ainda acesso a quatro residências artísticas, a realizar em Guimarães, Montemor-o-Novo e Viseu. O projeto vencedor dará origem a um espetáculo, com estreia agendada para junho de 2025, no Centro Cultural Vila Flor, em Guimarães, seguida de apresentações nos restantes espaços parceiros da Bolsa.

Período de candidaturas: 1 de março a 23 de abril de 2024

> Os candidatos dos projetos finalistas têm de assegurar disponibilidade para entrevista, pelos membros do júri da Bolsa, via zoom, nas manhãs dos dias 27 e 28 de maio de 2024, 2.ª e 3.ª feira, das 10h00 às 13h00. Os resultados serão publicamente divulgados no dia 7 de junho de 2024.
 

Informações

regulamento
declaração de compromisso (submissão obrigatória no formulário)
candidaturas
 
Fechar
Newsletter D. Maria II
Fechar Política de Cookies

O Teatro Nacional D. Maria II usa cookies para melhorar a sua experiência digital. Ao continuar a navegação está a autorizar o seu uso.
Consulte a nossa Política de Privacidade para saber mais sobre cookies e o processamento dos seus dados pessoais.

Aceitar