João Anastácio Rosa

ColeçãoBiografias do Teatro Português - Volume 6
deMaria João Brilhante
de Maria João Brilhante
coordenação científica Maria João Brilhante e Ana Isabel Vasconcelos (CET-FLUL)
edição TNDM II/TNSJ e IN-CM
João Anastácio Rosa (1812? – 1884) foi um distinto ator da geração romântica, que começou a sua carreira em 1839, no Teatro da Rua dos Condes, dirigido por Émile Doux, e que integrou a primeira companhia do Teatro Nacional D. Maria II, em 1846. Foi o Vilão em muitos melodramas do início da sua carreira, mas um grave problema de voz fê-lo descobrir outro modo de ser ator, através do estudo e da observação. Maria João Brilhante, analisando o que sobre ele se escreveu e partindo em busca de traços do ator moderno, evidencia aspetos singulares da arte e da existência pública do ator que justificam a sua inscrição na história do teatro português. João Anastácio Rosa, ou "Rosa pai", como ficou conhecido por dele descenderem dois dos maiores nomes da cena portuguesa do final de oitocentos, foi celebrado em vida e depois da sua morte pelos desempenhos no palco e pela sensibilidade artística que evidenciou também como artista plástico, cenógrafo e figurinista.
Fechar Política de Cookies

O Teatro Nacional D. Maria II usa cookies para melhorar a sua experiência digital. Ao continuar a navegação está a autorizar o seu uso.
Consulte a nossa Política de Privacidade para saber mais sobre cookies e o processamento dos seus dados pessoais.

Aceitar