Contado pela minha mãe

no âmbito doAlkantara Festival
deAli Chahrour (Líbano)
24 - 25 nov 2021
qua - qui, 19h
Sala Garrett
direção e coreografia Ali Chahrour 
com Abbas Al Mawla, Abed Kobeissy, Ali Chahrour, Ali Hout, Hala Omran, Leila Chahrour
música Two or The Dragon, Ali Hout & Abed Kobeissy 
cenografia Guillaume Tesson, Ali Chahrour 
desenho de luz e direção técnica Guillaume Tesson 
desenho de som Fadi Tabbal & Anthony Sahyoun 
fotografia Myriam Boulos 
layout Chadi Aoun 
tradução Isabelle Aoun 
produção executiva e assistência de encenação Chadi Aoun 
assistente de produção Christel Salem 
produção Ali Chahrour Chadi Aoun 
coprodução Studio Zoukak, The Arab Arts Focus com o apoio de Stiftelsen Studio Emad Eddin & Ford Foundation, Napoli Teatro Festival, El Khalil Foundation, Kunstfest Weimar, Zurich Theater Spektakel, Mahmoud Darwish Chair/Bozar 
apoios Arab Fund for Arts and Culture ”AFAC”, Lebanese Academy of Fine Arts "ALBA”, French Institute - Beirut, Barzakh Beit el Laffe Mezyan T-Marbouta Tawlet, Eid Press

A classificar pela CCE 

Um caminho para salvar o que restou. Dançar para salvar os escombros.


Contado pela minha mãe encontra as suas raízes na intimidade dos relatos e das experiências familiares de Ali Chahrour. O coreógrafo conta as histórias das mães e das famílias que o rodeiam, como maneira de fazer sobreviver a memória. As histórias que sobrevivem tornam-se testemunhas, e as suas vozes ganham palco. Dançam para salvar os escombros. Esta é uma perfomance sobre o sofrimento familiar e as tragédias íntimas que as mães de Beirute enfrentam: os corpos, as vozes, e as pequenas batalhas escondidas que habitam a cidade e os seus subúrbios. 

A coreografia reúne Laila Chahrour, a mãe; o seu filho Abbas, que, aos 18 anos, decidiu alistar-se nas fileiras das forças militares; e Ali Chahrour, coreógrafo e bailarino, e sobrinho de Laila.  Ali vai partilhar com a tia a história da prima Fatima, que passou a sua vida à procura do filho Hassan, desaparecido na Síria, em 2013. A atriz síria Hala Omran empresta a sua calorosa voz a esta história. É acompanhada pelos músicos Ali Hout e Abed Kobeissi, que vão interpretar temas do folclore árabe.

Espetáculo falado em libanês, com legendas em português e inglês.

Sessão com Audiodescrição
25 nov > qui, 19h
Fechar Política de Cookies

O Teatro Nacional D. Maria II usa cookies para melhorar a sua experiência digital. Ao continuar a navegação está a autorizar o seu uso.
Consulte a nossa Política de Privacidade para saber mais sobre cookies e o processamento dos seus dados pessoais.

Aceitar