Herivelto como conheci

espetáculo integrado naMostra de Teatro do Brasil
13 - 16 dez 2012
5.ª a sáb. 21h
dom. 16h
Sala Garrett
de Cacau Hygino e Yaçanã Martins
adaptação e direção Cláudio Botelho
preparadora vocal Paula Leal
pesquisa musical Alfredo del Penho
elenco Marília Pêra
arranjos / violão / bandolim Thiago Trajano
piano / acordeão Marcio Castro
programação visual Roberta de Freitas
realização Montenegro e Raman
M/6
espetáculo integrado no "Ano do Brasil em Portugal - Mostra de Teatro do Brasil"

Uma linda história de amor, contada e cantada em prosa e verso. Assim é o monólogo-musical Herivelto como conheci. Baseado no livro homónimo de Cacau Hygino e Yaçanã Martins, lançado em 2010, o espetáculo – também escrito pela dupla - revela detalhes do romance entre o compositor e músico Herivelto Martins e a sua segunda esposa, Lurdes Torelly. 

Lurdes (Marília Pêra), aeromoça de família gaúcha tradicional, divorciada, conheceu Herivelto a bordo de um avião. Foi amor a primeira vista. Ela, no entanto, fez de tudo para não ceder aos seus encantos. Mas não conseguiu. No meio de tantas cartas de amor, a relação entre eles durou 40 anos e só terminou com a morte de Lurdes. Aliás, o seu desejo era que as correspondências, datadas de 1947 a 1949, fossem queimadas, mas a sua filha, Yaçanã, não teve coragem de destruir aquelas declarações de amor, que culminaram num livro e nesse belo espetáculo.
 
No palco, acompanhada por dois músicos, Marilia Pêra dá voz às inesquecíveis composições de Herivelto, para além de contar situações vividas pelo casal e ler trechos das belas cartas de amor e telegramas trocados por eles.


Fechar Política de Cookies

O Teatro Nacional D. Maria II usa cookies para melhorar a sua experiência digital. Ao continuar a navegação está a autorizar o seu uso.
Consulte a nossa Política de Privacidade para saber mais sobre cookies e o processamento dos seus dados pessoais.

Aceitar