Oxigénio

espetáculo integrado naMostra de Teatro do Brasil
8 - 9 dez 2012

sáb. 21h
dom. 16h

Sala Garrett

tradução Irina Starostina e Giovana Soar
direção Marcio Abreu
iluminação Nadja Naira
cenário Fernando Marés
figurinos Ranieri Gonzalez
trilha sonora Gabriel Schwartz
elenco Patrícia Kamis, Rodrigo Bolzan
músicos Gabriel Schwartz / Miro Dottori
cenotécnico Sérgio Richter
criação e realização Companhia Brasileira de Teatro

m/12

espetáculo integrado no "Ano do Brasil em Portugal - Mostra de Teatro do Brasil"

Um homem e uma mulher falam, pensam, discutem, esbravejam, cantam, dançam, especulam, procuram-se, torturam-se, provocam-se e amam-se, em torno da fábula de Saniok que mata a sua mulher por "falta de oxigénio”.

O texto, dividido em dez cenas, todas a partir dos mandamentos (ou similar), é escrito em forma de canção, com seus refrões e os seus ritmos já impressos nele. E fundamenta-se na mistura de todos os assuntos mais importantes a serem explorados em nossa época atual: religião, política, sociedade e humanidade. Tudo isso de maneira caótica, poética, musical e violenta.

Fechar Política de Cookies

O Teatro Nacional D. Maria II usa cookies para melhorar a sua experiência digital. Ao continuar a navegação está a autorizar o seu uso.
Consulte a nossa Política de Privacidade para saber mais sobre cookies e o processamento dos seus dados pessoais.

Aceitar