Glória ou como Penélope morreu de tédio

Glória ou como Penélope morreu de tédio
Glória ou como Penélope morreu de tédio
de Cláudia Lucas Chéu
TNDM II / Bicho-do-Mato
€ 9,50
2011
O tema da espera e a recusa do luto dão corpo a uma figura, Pathos, que em tom de litania tece um hino à mãe, convocando memórias espectrais que nele se reflectem como num espelho estilhaçado. É uma espécie de Narciso, mas a imagem projectada é a da mãe, com cuja identidade ele se (con)funde. Pathos é também inspirado na figura homérica de Telémaco, com quem partilha a expectativa do regresso do pai. Em “Glória”, a espera tem um papel intensamente psíquico: gera silêncio interior e reflexão, a qual por sua vez estimula a consciência da perda e actua como um catalisador do luto. Porém, enquanto compasso vazio entre o passado (as memórias vividas) e o futuro idealizado, a espera contribui para um processo de irreversível alienação.


Fechar Política de Cookies

O Teatro Nacional D. Maria II usa cookies para melhorar a sua experiência digital. Ao continuar a navegação está a autorizar o seu uso.
Consulte a nossa Política de Privacidade para saber mais sobre cookies e o processamento dos seus dados pessoais.

Aceitar