Projetos vencedores Antecipar o Futuro

Os projetos ATLÂNTIDA (título provisório), de Odete, e Cosmic Phase/Stage, da Associação Cultural Arraial Cósmico (Ana Libório, Bruno José Silva, Carlos Cardoso e João Estevens), são os vencedores da 1ª edição do programa Antecipar o Futuro, uma iniciativa do Teatro Nacional D. Maria II, desenvolvida em conjunto com a NTT DATA e em parceria com O Espaço do Tempo.

ATLÂNTIDA (título provisório) é uma investigação que parte da História, tecendo "especulações arqueológicas” (entre outras coisas, sobre a lendária civilização perdida descrita por Platão), com o objetivo de compor possibilidades de futuro. Já Cosmic Phase/Stage, apresenta-se como um projeto que pretende refletir sobre o campo more than humans e sobre as suas geografias/espaços de habitação no contexto da experiência performativa.

Antecipar o Futuro é um programa de residências artísticas que surge com o objetivo de apoiar o desenvolvimento de projetos de investigação de jovens artistas e assim suprir uma lacuna importante no setor artístico – a carência de apoios para pesquisa e investigação, motor fundamental dos processos de inovação e renovação. 

Aos dois projetos vencedores serão atribuídas bolsas no valor de 7.000€ cada, para residências artísticas a decorrer n’O Espaço do Tempo, em Montemor-o-Novo, em junho e julho deste ano. Com este formato, pretende-se proporcionar aos artistas um espaço físico e temporal para o pensamento e a reflexão, sem a obrigatoriedade de criação e apresentação de um espetáculo.
 
Os projetos vencedores terão ainda a possibilidade de apresentar publicamente as suas pesquisas no D. Maria II em setembro de 2022, no âmbito da mostra Antecipar o Futuro, um programa de cultura contemporânea, dedicado ao pensamento, à política, à tecnologia e à arte que há de vir.
 
Esta primeira edição da iniciativa Antecipar o Futuro recebeu 43 candidaturas, sob o tema "a casa”, que serviu de mote para os projetos deste ano. O júri, composto por Pedro Penim, Diretor Artístico do Teatro Nacional D. Maria II, e Rui Horta, Diretor Artístico d’O Espaço do Tempo, selecionou 5 destes candidatos para entrevistas, a partir das quais foram eleitos os 2 projetos vencedores.

Parceiro de inovação

 

Fechar Política de Cookies

O Teatro Nacional D. Maria II usa cookies para melhorar a sua experiência digital. Ao continuar a navegação está a autorizar o seu uso.
Consulte a nossa Política de Privacidade para saber mais sobre cookies e o processamento dos seus dados pessoais.

Aceitar